23/08/2021 às 04:15 Familia

O que Quase Partir Me Ensinou?

50
2min de leitura

O que quase partir me ensinou?


Para quem não sabe, tive grandes complicações nas últimas semanas. Eu sempre fui uma pessoa saudável na medida do possível. Vou à academia, faço natação e tento sempre comer bem. Porém, quase fui embora…



Tive inflamação na vesícula. Fiz a cirurgia às pressas e fiquei internado. Eu estava com muitas dores e ninguém sabia o que era, só descobriram porque a vesícula estourou. Eu estava com muito pus e essa infecção acabou passando por outros órgãos também.


Ou seja, não posso comer coisas gordurosas de jeito nenhum. Estou aos poucos voltando ao trabalho, porque antes eu não poderia fazer esforço e ainda tive algumas complicações por causa da imunidade baixa pós operatório.

Mas o que eu quero dizer com tudo isso? 


Depois dessa experiência, fiquei pensando: o que que eu vou deixar na vida? Pois podemos ir a qualquer momento e a gente tem que deixar as nossas recordações para as pessoas que amamos, além de aproveitarmos cada momento.

Com isso, vi que o que eu faço é realmente o meu propósito de vida: ajudar você a recuperar o seu amor próprio, unir você e as pessoas que você ama em fotos bonitas e de qualidade para que você possa reviver esse instante sempre que quiser.

Além disso, com essas recordações, você deixa um tesouro para as suas gerações, pois um álbum de fotografia pode durar por muitos e muitos anos, e, se bem cuidado, pode passar para várias gerações.

E isso que eu faço é o que eu acho mais bonito: crio conexões com as pessoas, ajudam elas a superarem traumas, ofereço oportunidades para elas aproveitarem o momento, para que elas possam curtir seus familiares e as pessoas que amam.

E qual recordação você vai deixar para a sua vida?


Precisamos pensar em aproveitar o presente, em curtir quem amamos, em sentir prazer em cada instante da vida e sempre registrar esses momentos maravilhosos, não só na memória mas também através da fotografia, pois não são apenas fotos, mas registros de um sentimento puro.

Portanto, que tal marcamos um ensaio para que você possa levar essas recordações para diversas gerações de sua família? Além de você poder sempre sentir as emoções todas as vezes que olhar para suas fotos, afinal, a vida passa rápido…

23 Ago 2021

O que Quase Partir Me Ensinou?

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

ensaio diferente no japao ensaio em aichi ensaio familiar no Japão ensaio fotografico no japao ensaio no sakura ensaio primavera no japao fotografo de familia no japao

Quem viu também curtiu

08 de Jan de 2020

Diferenças De Fotos No Celular E Na Câmera Profissional

16 de Dez de 2018

Dicas para fazer o ensaio de gestante

30 de Out de 2018

Por que o outono é a estação ideal para fotografar no Japão